26 de julho de 2010

Regrets

Semana passada aprendi uma palavra nova. Regret. Significa mudança de atitude, ou seja, contrária ou oposta àquela tomada anteriormente. Durante a discussão do vocabulário novo, surgiu uma velha pergunta: "Você se arrepende de algo na sua vida?"Quem se arrisca a responder? 
Ok. Já imaginava. Vamos à resposta mais prática então: "Só me arrependo daquilo que não fiz". Tá. Mas quantas coisas você já deixou de fazer? Quantas coisas já deixou de mudar, de mexer, de pensar, de agir? Quantas vezes você se lembra de algo que queria ter feito mas que ainda não deu tempo de fazer?
Durante a discussão, descrevi o meu arrependimento mais atual. Não ter guardado dinheiro suficiente pra viver em paz comigo mesma pelo menos durante os primeiros meses - tensos e difíceis - de inverno na Austrália. Partindo desse pressuposto, todos os meus colegas de sala descreveram a dificuldade de se encontrar um emprego regular por aqui durante o inverno e a tensão de viver sempre no perrengue, já que aqui o aluguel é uma fortuna. Ou seja, todos no mesmo barco. E aí surgiu a questão no grupo: por que ninguém fala a verdade no orkut, facebook, comunidades, blogs e afins? Por que todos insistem em falar que a Australia é a oitava maravilha do mundo e que aqui tem trabalho até pra quem não procura? Cadê todo esse oba oba que eu ouvi falar?
A real, amigos queridos, é que a verdade está aí pra ser ouvida, mas ninguém dá atenção à ela.  Ninguém que está prestes a abandonar uma vida no seu país quer ouvir falar em dificuldade, tensão, contratempo, crise. Já me basta pensar na saudade antecipada. 
Pensando nisso, decidi dar uma bisbilhotada nas comunidades e blogs que já havia olhado mais de mil vezes ainda no Brasil. Aí achei esse tópico: "primeira experiência - trampo" (http://www.orkut.com/Main#CommMsgs?cmm=70979&tid=2588160752998483359&start=1). Sem comentários adicionais.
Bom, no fim das contas, penso eu: "SE eu tivesse esperado mais, TALVEZ eu tivesse guardado mais dinheiro, e SE meus planos não tivessem mudado, eu TALVEZ viesse pra cá no fim desse ano e TALVEZ as coisas tivessem sido mais fáceis.
Entendeu?
Então deixe de pensar muito e faça logo o que tem que ser feito. Pedras no caminho? Guarde todas e um dia construa seu castelo...


Finalizando, já que há tempos não posto aqui no blog, vou deixar o link pra vcs visualizarem um álbum que fiz pro Tiago em uma época profissional meio conturbada no ano passado. Andei refletindo muito sobre a vida nestes meses aqui em Sydney e percebi que a vida é mesmo um ciclo sem fim... (sábio Mufasa...)
http://www.orkut.com/Main#Album?uid=17920129465536768414&aid=1239218716

saudades sem fim!!!!

5 comentários:

Leonardo disse...

Uhuu. Isso aew Aline. torço muito pelo sucesso dos 2. Saudade do meu broder mt doido hahua. By Leogump

Dani Quesada disse...

Nossa, fazia tempo q não passava aqui !!
Além de gostar muito de saber notícias de vcs já achei outro emprego pra vc se nada der certo, além de ser professora de forró vc precisa escrever .... ADORO como vc escreve !!!
juro ... tem talento !!
até as coisas e os momentos dificeis ficam com outra cara qdo vc escreve !!!

beijos bonitona se cuida viu !?!?

Swamy Mello disse...

oi cuuu... deu saudade ontem de vc no fondue... foi engraçado, a gte tava saindo de ksa e o Ma falou: "A Bete vai?" Eu: "Vai" Ma: "E a Aline?" Daí a gte começou a rir... E depois ficou aquele silenciosinho, tipo, poxa... ela podia vir, né? q saudade!!! rsrs...
amore, vi seu post... é complicado msm, as vezes a gte tá tão empolgado com as coiss e não vê o lado ruim, até ele bater na nossa cara e não ter como fugir. Mas tudo, tudinho nessa vida, não é 100% bom nem 100% ruim... Águas passadas são boas pra aprender e seguir em frente, afinal de contas, amanhã sempre vai ser melhor que hoje... Força aí, lindeza... Bjus no Thi. Estamos aqui pro q vc precisar!

Kerli Saori disse...

Concordo com a Quesada..vc tem o dom!!
Sobre o post, vc sabe né? Ficaria muito preocupada se fosse com qualquer outra amiga...mas vc é safa, esperta e guerreira...
Vai voltar com uma mala cheia de experiências, novidades e tals...e vamos rir, mais uma vez, de tudo isso JUNTAS! AMO MESMO! UM BEIJO

Lídia Valéria disse...

Aline:

"Não é o mais forte nem o mais inteligente que sobrevive. É o mais adaptado à mudanças..."

Siga em frente e arrependa-se do que não tentou. Mesmo que erre, nunca arrependa-se por insistir mais.... e mais...

O importante é não sentir medo, de pés fincado no chão, com sensatez e coerência, sóbria na verdade, se amando, fazendo em primeiro lugar por você, não por ninguém... Antes de tudo por você e o que há de latente em você.

Deixe fluir o que há de mais belo em seu coração, sua alma, seu espírito. Que seja sua religião (eu não tenho nenhuma, sou eclética e espiritualista), seu trabalho, seus pensamentos, seus gestos, suas palavras, seus pensamentos com coesão, sem andar na corda bamba.

Trabalho é sinônimo de nobreza. Não desdenhe o trabalho que lhe coube realizar na vida.O trabalho enobrece aquele que o faz com entusiasmo e amor. Não existem trabalhos humildes — 'Só se distinguem por serem bem ou mal realizados.' Dê valor ao seu trabalho, sua vida, sua saúde, seu caráter, sua honestidade, sua formação, seu orgulho de ser quem é, com todo amor e carinho, e estará dessa maneira dando valor a si mesmo.

Mantenha contato com seus entes queridos; eles sao 'a fonte do seu começo, sua parte mais forte'.

Um dia, com certeza falará sobre a reviravolta de sua vida, e com orgulho dizer — VENCI! Até posso ouvir isso.

Seja feliz.
Recepcione o anjo que lhe envio para beijar suas mãos, seus cabelos, seu rosto...

Me enfloro com as mais lindas e sutis violetas para lhe dizer: Seja feliz, na paz do Senhor do Universo.

Fique bem, na alegria e tranqüilidade que sonha e almeja.

Brasília DF

Postar um comentário